Sou da companhia da Bugra

sábado, 16 de janeiro de 2010

1º acampamento de Poetas Del Mundo

O grito da terra – preservar para viver, 1º acampamento de Poetas Del Mundo, realizado no Camping do Café da Bugra, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brasil, no período de 08 a 10 de janeiro de 2010, obteve êxito em todos os objetivos propostos na programação e agradou aos presentes.




Os trabalhos foram iniciados às 16hs00min do dia 08, com terapia do abraço seguida do Café-da-roça. Após o lanche foi realizado passeio em trilha ecológica, à beira do córrego, onde houve contemplação do ambiente até o local reservado para abertura do seminário Sinestesia e Literatura, cujas facilitadoras foram Vanda Ferreira e Nena Sarti. Lá, sentados em bancos feitos de pranchas de madeiras sobre tocos de velhos ingazeiros que foram derrubados por ventania em 2009, os poetas realizaram estudos sobre sinestesia.


Neste mesmo dia, sexta-feira, às 19hs30min, reuniram-se no teatro de arena, para a solenidade oficial de abertura do acampamento, onde a Cônsul Vanda Ferreira proferiu agradecimentos e as boas-vindas, passando a palavra para a embaixadora de Poetas Del Mundo para as Américas e Secretária-Geral, Delasnieve Daspet , que dirigiu os trabalhos.


Na solenidade de abertura do acampamento, foi oficializado a instalação do Consulado de Poetas Del Mundo em Torno Rural de Campo Grande. Também foram feitas respeitosas referências individualizadas aos poetas presentes e entregas de boton para Ainda Domingos, cônsul de Campo Grande, Maria Helena Sarti, cônsul da Região do Embiruçu de Campo Grande, e para o músico sul-mato-grossense Reginaldo Sans.


Após o jantar, todos se reuniram no Galpão para realização do Sarau Em Nome da PAZ, com musical de Reginaldo Sans. Nesta noite o Galpão recebeu uma mesa de flores e frutas. Às 23hs foi servido Caldo de Mandioca.


No dia 09, sábado, após o tira-jejum, realizou-se mais uma vez a trilha e todos foram para a arena onde foi dado prosseguimento ao seminário, cuja facilitadora foi Nena Sarti. Antes do almoço foi realizada roda de prosa no Galpão com musical de Reginaldo Sans.


No período da tarde foi realizado um passeio pelo camping, com pausa em um pé adulto de Bacuri. Também foi realizada leitura de faixas mensageiras até o encontro na arena, para encerramento do seminário .


Com chave de ouro, o seminário Sinestesia e Literatura, foi fechado com a performance do livro “No reino do arco-íris” de Vanda Ferreira, espetáculo da atriz Sabrina Carvalho/SP, acompanhada do músico Diego Adrianne/MS, ao violão.


Em seguida , no alpendre do restaurante, houve descontraída roda-de-berrante com Dom Fernando e servido o Café-da-roça.


Na noite do sábado, dia 09, foi realizado turismo gastronômico da cultura local. Após o jantar houve espetáculo de pirofagia no gramado, em frente ao restaurante, com Sabrina Carvalho (fogo) e Diego Adrianne (percussão). Após o show de Sabrina Carvalho e Diego Adrianne, houve o sarau “Encontro Pantaneiro” no Galpão, com roda de prosa, entrevista, poesia, música e dança.


Durante o sarau “Encontro Pantaneiro”, a cônsul Sonia Medeiros Imamura-Buzios, realizou sorteio de brindes. Foi oferecido, pela fazenda, roda de cachaça aromatizada com Guavira (fruta nativa do cerrado), licores artesanais (de Jenipapo, Guavira e Pequi) e às 23hs foi servido o “Caldo de Piranha”, simbolizando parcialmente a cultura pantaneira.


E, então, chegou o domingo... Pela manhã, foi realizada roda de prosa no Galpão, e passeio a pé pelo gramado. Na base do coreto, no Bosque da Bugra, Nena Sarte abriu o sarau “O grito da terra”. Após a atividade no “coreto”, houve encontro na arena onde a atriz Sabrina Carvalho e o músico Diego Adrianne, apresentaram a performance de “Segue o seco” de Marisa Monte.


Após o almoço, prosseguimos em roda de prosa no Galpão. A leitura do Manifesto Universal de Poetas Del Mundo, foi feita pela embaixadora Delasnieve Daspet para embasar a elaboração do Manifesto do acampamento. A chave de encerramento da roda de prosa foi a palestra “Pé de Luxo” da Cônsul Vanda Ferreira. Também foi feita uma pequena avaliação sobre o evento e local. Em seguida realizamos a entrega de certificados e fomos para o Café-da-roça. No alpendre do restaurante bela surpresa: Sabrina Carvalho fazia estátua viva de “arcanjo”, último ato do evento.








CONSIDERAÇÕES


O retiro proporcionou inusitadas experiências por meio das atividades ao ar livre e intimo contato com o ambiente natural, cujas experiências contribuíram, generosamente, para com o comprometimento individualizado de Poetas Del Mundo no processo Da política para a preservação ambiental, bem como agregou parcela de elevado amor e respeito pela natureza, e considerações do Manifesto Universal de Poetas Del Mundo para “calçar” a elaboração do Manifesto do acampamento.


O período do ano proporcionou emoções exclusivas diante da exuberância da mata, acasalamento de passarinhos, o córrego em abundância de água turva, o extenso gramado verde, o frescor da chuva, o cantar de rãs, sapos, pererecas, cigarras, passarinhos.


Foram realizados três saraus, um seminário, exposição permanente de banners do IBAMA, exposição permanente de faixas mensageiras, exibição de uma onça Pintada e uma Sucuri, ambos empalhados, uma entrevista com Sabrina Carvalho, uma palestra com Vanda Ferreira, dois espetáculos com Nena Sarti, quatro espetáculos com Sabrina Carvalho e Diego Adrianne, musical com Reginaldo Sans, rodas de prosa, trilhas ecológicas, divulgação do consulado de Buzios/RJ, divulgação do Consulado de Cassu/GO, divulgação do Consulado de Rio das Ostras/RJ, divulgação do Consulado de Niteroi/RJ, entrega de botons, reunião com Delasnieve Daspet, Embaixadora de Poetas Del Mundo e Secretária-Geral para as Américas, e uma reunião específica para tratar da elaboração do Manifesto do acampamento.


O Consulado de Poetas Del Mundo em Torno Rural de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brasil, registrou movimento de 53 pessoas durante o período, entre acampados e visitantes, artistas e simpatizantes.






APOIO:


O seminário “Sinestesia e Literatura” foi realizado com apoio da:


Fundação Municipal de Cultura de Campo Grande – FUNDAC cujas facilitadoras foram: Nena Sarti e Vanda Ferreira.


“O Grito da terra – preservar para viver”, 1º acampamento de Poetas Del Mundo, recebeu apoio de:


Embaixada Brasileira de Poetas Del Mundo


Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul - FCMS


IBAMA/MS


Jornal O Estado de Mato Grosso do Sul


E dos acampados:


Sonia Medeiros Imamura – Buzios/RJ


Elaine Mello – Rio das Ostras/RJ


Nelson Vieira – Campo Grande-MS


José Faria Nunes – Cassu/GO


Zelia Balbina – Niteroi/RJ


Olga Fonseca – Londrina/PR


Ainda M. Domingos – Campo Grande/MS


Reginaldo Sans – Campo Grande/MS


Maria Helena Sarti – Campo Grande/MS


Delasnieve Daspet – Campo Grande/MS


Sabrina Carvalho – São Paulo/SP


Diego Adrianne – Campo Grande/MS


Santo Sarti – Campo Grande/MS


Fernando Barbosa Nogueira – Campo Grande/MS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada!! Volte sempre, sempre.